3 de dez de 2016

Diversidade marca a abertura da 11ª edição da Aldeia Sesc Guajajara de Artes



Com o Show “Selvagem Transcendental” a Maranhense Nathalia Ferro, marcou a abertura da 11ª edição da Aldeia Sesc Guajajara de Artes e agitou o grande publico presente na Praça Nauro Machado, na noite de ontem. Trazendo em suas letras temáticas sociais, além do foco feminino muito presente, Nathalia acredita e expõe as causas que defende através da arte. A cantora destaca ainda, o amor que deu e recebeu do publico presente no show, que além de contar com canções e interpretações, contou ainda com performances realizadas pela cantora. Abrindo a noite pro Pernambucano Johnny Hooker, ‘’Selvagem Transcendental”, teve suas bases eletrônicas feitas pelas PE.ACE (Rafael Paz, Ruan Paz e Jacksciene Guedes) e reunião da banda composta por André Grolli, João Simas e Marlon Silva, que realizaram o primeiro álbum da cantora, “Instante”.

Já a atração nacional mais aguardada da noite, em sua primeira vez em São Luis, Johnny Hooker, veio para impactar o publico com o frevo, samba e música romântica, na melhor fórmula dor-de-cotovelo que se misturam ao rock e a refrões poderosos, criando um autêntico popstar a Brasileira. Promovendo um trabalho que desafia gênero, linguagens, Johnny reafirmou seu discurso contrário a qualquer tipo de preconceito e proporcionou uma noite magica ao seu publico caloroso. Se despedindo de sua turnê, destacou São Luis como uma capital onde existe uma grande confluência de ritmos e cultura popular, misturados com uma onda pop e jovem, e o Norte - Nordeste como regiões onde ‘’o Brasil é mais Brasil’’. Além dos grandes sucessos do artista, o show contou ainda com intepretações das musicas ‘’Garçom’’ de Reginaldo Rossi e ‘’Pense Em Mim’’ de Leandro & Leonardo.

Nesse ano, as propostas para a 11ª Aldeia Sesc Guajajara dissolvem os contornos dos gêneros artísticos, explorando novos cenários para realização da mostra. Além dos shows musicais, mostras de cinema, exposições, intervenções urbanas, apresentações de espetáculos e performances, dentre outras ações, o festival oferece um conjunto de ações formativas que contribuem significativamente para a qualificação de profissionais, produtores, estudantes e comunidade em geral.

Após o êxito de sua edição comemorativa de 10 anos, a Aldeia mantém seu perfil inquietante, caleidoscópico e inovador, com uma programação que pretende fixar cada vez mais a marca Sesc na dinamização do calendário cultural do estado.

A aldeia antropofágica acontece de 02 a 08 de novembro. Participe!

Texto: Ascom/ 11ªAldeia Sesc Guajajaras de Arte
Foto: Fausto Ricardo